Notícias

<< voltar

Todo mundo tem um pouco de bruxismo.

Ranger os dentes pode estar associado à doença respiratória.

Um estudo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) em parceria como serviço de pneumologia do Hospital das Clínicas de Porto Alegre aponta que o bruxismo pode ter origem em dificuldades respiratórias durante o sono.

O estudo usou placas de avanço mandibular, que combatem apneia do sono e ronco, em pessoas com bruxismo. Os resultados foram mais satisfatórios do que quando a placa específica para o distúrbio foi usada.

Testada em 28 pacientes, a placa para ronco amenizou o problema em 27 pessoas. Os aparelhos para bruxismo apresentam sucesso em 40% dos casos. Não existe cura.

O Cirurgião-Dentista e coordenador do estudo, Márcio Lima Grossi, explica que o bruxismo aparece durante microdespertares do sono. “A pessoa que têm dificuldades para respirar ou outros distúrbios do sono tendem a ter despertares mais frequentes.”

Segundo ele, o bruxismo é um mecanismo fisiológico. "Todo mundo tem um pouco de bruxismo. É algo que acontece naturalmente". Entretanto, os sintomas de ranger os dentes ou pressionar as mandíbulas de modo a gastar o esmalte dentário ou provocar intensas dores de cabeça aparece em 30% dos brasileiros.

De acordo com a doutora em Medicina do Sono pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Cibele Dal Fabbro, esse distúrbio tem múltiplas causas. Pode ser uma rinite alérgica, uma posição errada da mordida ou até mesmo o estresse.
 

Fonte: O Estado de São Paulo

Newsletter

Receba os nossos informativos!

Campo belo
Avenida Vereador José Diniz, 3457 - Conj. 709 Tel.: (11) 4506-6555
E-mail: contato@clinicaracy.com.br

imagem da Clínica Racy