Piercing de língua

Sabe-se que artefatos perfurantes no corpo são usados há mais de cinco mil anos por razões religiosas, culturais, políticas e até mesmo como adorno. A intenção desse artigo não é julgar ou condenar a utilização desses artefatos e sim, apresentar alguns dos malefícios provocados por esse costume.

O uso de piercing nas mais diferentes partes do corpo aumenta a cada dia entre os jovens. Um dos lugares preferidos para a introdução desse adereço é a língua.

A língua participa da deglutição, da fonação e da gustação. Essas funções podem ser prejudicadas pela agressão provocada pelo uso do piercing.
Ora, se levarmos em consideração que a língua é formada por um músculo, nervos e vasos sanguíneos torna-se óbvio que a sua perfuração trará conseqüências ao indivíduo. Sendo a cavidade bucal um ambiente úmido, com temperatura relativamente constante e que abriga mais de 300 espécies de bactérias, fungos e vírus, o resultado de qualquer ferida mais profunda será agravado por essas condições.

A seguir, serão apresentados alguns desses malefícios do uso do piercing na língua:
- Fratura dental
- Retração e destruição gengival
- Úlcera traumática: lesão dolorosa que tem como principal exemplo a afta;
- Granuloma piogênico: tumor vascular benigno que sangra facilmente;
- Leucoplasia: mancha ou placa esbranquiçada aderida à superfície da língua. Potencialmente cancerizável;
- Papiloma: tumor epitelial benigno na forma de verruga;
- Displasia epitelias: alteração da camada que recobre a língua;
- Fibroma: tumor benigno do tecido conjuntivo.

Além disso, muito se fala do potencial carcinogênico do trauma na mucosa bucal. Já se sabe que o câncer bucal é uma doença multifatorial e que o trauma está presente em vários casos, portanto, não se pode descartar nem afirmar a existência dessa associação. Vale lembrar que hábitos nocivos, como o uso de álcool e fumo, aumentam a incidência desses malefícios.

É importante salientar que essas conseqüências independem das condições de higiene em que são colocados os piercings. Elas podem ocorrer mesmo que os piercings sejam colocados em locais que seguem rigorosas normas sanitárias.

Portanto, os jovens devem ser orientados no sentido de não utilizarem esse adorno em razão de suas implicações já conhecidas.

Newsletter

Receba os nossos informativos!

Campo belo
Avenida Vereador José Diniz, 3457 - Conj. 709 Tel.: (11) 4506-6555
E-mail: contato@clinicaracy.com.br

imagem da Clínica Racy